top of page

FADOMORSE

CONCERTO | 19 Maio | 18h30 | Palco Tucha Martins

Fadomorse, cujo nome resulta da junção de “fado” (palavra

universal que identifica a nacionalidade do núcleo e de toda a

cultura lusófona com a qual o projeto vive uma relação dialética) e

“morse” (sistema de código afamado por servir a humanidade nas

emergências, quando é preciso socorrer e pedir socorro). O epíteto

designa não só o projeto artístico mas também uma forma de estar

na música. Desde o início que Fadomorse pauta a sua criação

artística pela constante desconstrução estética, criando diálogos

com os limites da criação musical. As influências musicais provêm

tanto do passado histórico e cultural português, como do

cancioneiro e instrumentação tipicamente associada à tradição,

transformando- os sem fronteiras estéticas, nem sonoras. Às

técnicas de composição vanguardistas e aos instrumentos

eletrónicos, juntam-se, em palco, a gaita mirandesa, o cavaquinho,

a viola braguesa, a guitarra portuguesa e várias percussões

tradicionais cujos timbres remetem para a identidade da música

portuguesa. Liricamente, Fadomorse condensa uma mensagem

sociopolítica forte, a fim de espoletar pensamentos e intervenções.

Fadomorse transporta para palco esta simbiose entre diferentes

influências artísticas, o que faz deste um projeto singular no

contexto cultural e um objecto artístico incontornável.


Os Fadomorse são:


João Martins - Bateria

Micael Lourenço - Percussão

Bruno Rodrigues - Baixo Eléctrico

Tiago Baptista - Guitarra Eléctrica

Hugo Correia – Guit. Port, Eléctrica, Guitarras, Sintetizadores e Voz

David Sousa - Flauta Transversal

João Lucas - Saxofone

Laura Rui - Voz

Cátia Gonçalves - Voz

Hugo Ferraz - MC

bottom of page